Artigos
Alertas Inteligentes: o combustível que toda empresa precisa
Autor:
Fábio Ventura
Jornalista
Publicado:
20/8/2020 11:04
T

al qual o corpo humano, uma empresa precisa ser alimentada todos os dias por um cardápio. Em vez de carboidratos e proteínas, esse cardápio é composto por informação balanceada e de qualidade, para que a empresa possa crescer de forma contínua e sustentada, mitigando riscos e identificando oportunidades.

Identificada essa necessidade, logo surgem outros questionamentos. Que informação é essa? Qual é a quantidade necessária? Como distribuir esse fluxo e para quem? Como integrar todo esse processo para que diferentes departamentos estejam sintonizados na mesma frequência?

Com um volume tão grande de dados vindos de diferentes fontes (publicações oficiais, imprensa, redes sociais, entre outros) é preciso automatizar de forma inteligente essa prospecção para trazer esse fluxo para um nível gerenciável.

A era dos dados já chegou faz tempo. Esse novo petróleo só tem valor se é refinado e distribuído a quem precisa chegar. Ele pode (e deve) ser usado por diferentes departamentos, dentro da mesma estratégia integrada. Seja para uma empresa ou para uma consultoria que atende várias corporações, contar com uma tecnologia que prospecta, estrutura e entrega alertas políticos inteligentes é a melhor forma responder a seguinte pergunta: o que precisamos saber hoje?

 

Qual é a sua demanda?

Toda empresa é um universo particular. Embora muitos procedimentos sejam comuns a várias delas, os orçamentos, o tamanho das equipes, a cultura interna e os modelos de negócios são diferentes. Também em comum está o fato de que todas precisam tomar decisões. De preferência, de forma rápida e embasada. A intuição é um componente importante, mas ela pode estar embaçada pela lupa do senso comum ou pela visão segmentada do problema, levando a decisões, às vezes, diametralmente opostas ao que seria o ideal.

Realizar um longo levantamento para embasar esse processo também não é prático. Sua equipe tem uma agenda apertada e a rotina de construção de relatórios e de reuniões de avaliação podem levar à paralisia do processo. Resultado: muita gente envolvida, muitas discussões e pouco subsídio para decisão.

Entram em cena os dados. À primeira vista, intraduzíveis. Mas eles estão lastreados pela realidade e são fundamentais para a construção de inteligência política para sua organização.

 

Veja este exemplo

Quando falamos em dados, o primeiro ponto é identificar qual é o problema que a sua organização pretende resolver. Por exemplo, vamos imaginar que ela queira aumentar as vendas para o governo federal e quer estabelecer as melhores estratégias.

Logo, algumas perguntas vêm à tona. Qual é o nível de urgência do governo para o meu produto? Quem são os meus concorrentes? Quem são os potenciais influenciadores desse processo de compra? Com quem a minha equipe deve falar?

É possível obter e cruzar dados dessas informações nas próprias publicações oficiais do governo. Atos do Diário Oficial da União, atas de reuniões, agendas de autoridades, discursos, entre outros dados, estão disponíveis para consulta, porém não estão estruturados. Essas correlações precisam ser costuradas por meio de uma plataforma de inteligência política que ajude a alinhavar todo o fluxo.

Na maioria dos casos, os objetivos das empresas estão interligados por diferentes fluxos de trabalho interno e sua atuação perpassa diferentes departamentos. É preciso colocá-los na mesma frequência de trabalho, dentro da mesma plataforma, para que o fluxo de informação navegue na mesma direção e desemboque nas pessoas e setores corretos.

A prospecção de dados, transformados em informação, pode ser relevante para diferentes departamentos como:

  • Jurídico
  • Relações Institucionais e Governamentais
  • Financeiro
  • Comunicação
  • Assuntos Regulatórios
  • Vendas Governamentais
  • Sustentabilidade
  • Compliance

Sabemos que a divisão das empresas por setores e departamentos não é estanque. Ela obedece a uma lógica de organização, para facilitar a rotina de trabalho.

Dessa forma, a estratégia de negócios não pode estar confinada em um nicho específico e o sucesso da organização depende da relação azeitada entre todos os departamentos. Alimentá-los da forma correta, respondendo a questões específicas de cada área, por meio de alertas inteligentes e tempestivos, não é o que sua empresa precisa para mapear riscos e identificar oportunidades?

 

Como começar

A Inteligência Política baseada em dados está no DNA da Sigalei, empresa de tecnologia que leva para seus clientes alertas políticos inteligentes. Neste cenário, a Sigalei extrai e organiza informações com o objetivo de alertar os clientes sobre políticas e regulações que impactam os modelos de negócio.

A Sigalei ajuda a mapear os riscos e as oportunidades, melhorando processos e criando relatórios customizados para os clientes. Tudo isso para que as empresas consigam montar a melhor estratégia de atuação. A Sigalei reúne a expertise da Computação com a Ciência Política e a Administração Pública. Os especialistas da Sigalei estão à disposição para ajudar a sua empresa a construir as melhores estratégias. Vamos conversar sobre isso?


Tags
Inteligência Política
Issue Management

Artigos Relacionados

Fundada em 2016, acreditamos na democracia. Acreditamos que todos os grupos da sociedade podem e devem participar das decisões políticas. Nossa missão é entregar tecnologia para que os mais diversos grupos sociais e econômicos possam monitorar e influenciar as decisões Governamentais.

Insights e conteúdos exclusivos.
Inscreva-se:

Obrigado! Seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Algo deu errado, tente novamente.

Contato

contato@sigalei.com.br
+55 (16) 3032-3979
R. Conde do Pinhal, 1762
Centro
São Carlos-SP
13560-648

QUEM SOMOSPRODUTOSSOLUÇÕESSUPORTECONTATOLOGINPOLÍTICAS DE PRIVACIDADE