Artigos
[Case Sindipeças] Entenda como funciona o Gerenciamento Operacional da Sigalei
Autor:
Fábio Ventura
Jornalista
Publicado:
13/10/2020 15:38

*Nota do editor: O texto não contém informações confidenciais e a divulgação deste case foi autorizada pelo cliente

O cliente

Um setor que deve movimentar em 2020 o equivalente ao PIB de um pequeno país e que gera 165 mil empregos diretos. Com cerca de 500 empresas associadas que devem faturar R$ 110 bilhões este ano, o Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes de Veículos Automotores) e a Abipeças (Associação Brasileira da Indústria de Autopeças) reúnem players da cadeia automotiva, setor com alta sensibilidade às políticas governamentais, haja vista o fato de o Brasil ser um dos países com maior tradição regulatória do mundo.

Logo, é preciso identificar os movimentos tanto no Legislativo quanto no Executivo, para que o setor possa se antecipar e se colocar à mesa da discussão, mitigando riscos e identificando oportunidades.

Na agenda do setor automotivo, estão questões institucionais e bandeiras como regulamentação eficaz, melhoria do ambiente de negócios e menos burocracia.

Mas como tangibilizar estes objetivos junto aos decisores na esfera pública e construir uma estratégia eficiente de atuação?

 

O problema

Por representar diferentes empresas, de portes variados, a agenda do Sindipeças e da Abipeças é bastante abrangente. Assuntos como questões trabalhistas e tributárias são altamente relevantes para o setor, ainda mais em um ano tão desafiador como o de 2020.

A equipe do Sindipeças conta com uma equipe enxuta que acompanha as proposições legislativas e os atos do Executivo que podem impactar o setor.

Porém, para quais projetos olhar com mais atenção? Quais estão tramitando mais rápido (um indicativo importante de aprovação)? Quem são os principais stakeholders?

Em alguns casos, essas perguntas podem até ser respondidas de bate-pronto por conta da experiência e intuição de quem acompanha os processos de decisão há anos.

Porém, é possível que estas respostas não estejam lastreadas por dados e podem revelar um enviesamento do olhar, deixando passar proposições que seriam relevantes ou gastando energia demais de atuação para assuntos que, no final, não teriam tanto impacto, gerando um trade-off desfavorável aos objetivos principais do setor.

Mobilizar a equipe interna, que já tem uma agenda apertada, para fazer o mapeamento e curadoria destes projetos poderia levar à paralisia das ações, já que ajustar um processo em andamento em uma área de atuação tão dinâmica é como trocar os pneus de um carro em alta velocidade.

O resultado seria muito capital humano utilizado e, no final, pouco subsídio para a decisão, tendo em vista que o cenário poderia mudar enquanto o diagnóstico é feito.

Para conseguir ter uma visão tempestiva e com maior acurácia, foi preciso azeitar a parceria com uma equipe especializada com a rotina e a dinâmica dos processos de decisão no Executivo, no Congresso e nas Assembleias Legislativas pelo País.

 

A solução

Em março de 2020, foi iniciado junto ao Sindipeças e à Abipeças o trabalho de Gerenciamento Operacional da Sigalei, uma solução voltada para organizações que precisam de um olhar mais apurado sobre o que acontece no Legislativo e no Executivo.

Uma das perguntas que movem o Gerenciamento Operacional é: o que sua organização precisa saber agora?

Dessa forma, o trabalho começa mapeando, a partir da agenda da empresa ou instituição, quais são os temas de maior interesse, transformando-os em alertas inteligentes.

É preciso fazer recortes específicos conforme os objetivos e a área de atuação. Por exemplo, entre março e maio de 2020, foram capturados 4.558 itens, como Projetos de Lei, Emendas à Constituição e Medidas Provisórias, ligados ao tema Covid.

Após a análise dos dados, observou-se que apenas 230 itens (5% do total) eram relevantes para o setor. Ou seja, transformaram-se em informações que, de fato, poderiam causar impacto ou representar uma oportunidade.

A equipe da Sigalei, em reuniões periódicas com o time do Sindipeças e da Abipeças, se tornou um braço externo dos times de Relações Institucionais e Governamentais, monitorando a grande quantidade de  dados e gerando informações e insights que subsidiam a atuação dos profissionais de RIG dessas organizações.

 

As entregas

O Gerenciamento Operacional identificou, junto ao cliente, 8 grandes temas de interesse para o setor:

  • Ambiental
  • Comex
  • Covid-19
  • P&D
  • Ambiente Político e Institucional
  • Regulatório
  • Trabalhista
  • Tributário

 

A partir destes temas, foram criados radares que geram alertas para a equipe do Sindipeças e da Abipeças sobre quais são as proposições mais relevantes, quais teriam maior impacto e como está a velocidade de tramitação, entre outros pontos.

Toda semana, é enviado um relatório contendo este consolidado de informações.

Encerrado o mês, um outro relatório é enviado detalhando os principais movimentos identificados em cada um dos temas escolhidos.

Em setembro, por exemplo, foram observados mais de perto 31 projetos, cuja origem era a Câmara dos Deputados, o Congresso Nacional, o Senado ou a Assembleia Legislativa de São Paulo, assim distribuídos:

Origem projetos


Das proposições observadas com esta lupa, foi identificado que:

  • 8 proposições apresentam oportunidades
  • 1 proposição apresenta risco

 

As oportunidades e os riscos são detalhados nos relatórios, que trazem ainda uma série de insights e recomendações para auxiliar no processo de atuação dos profissionais de RIG e que, evidentemente, não podem ser mais esmiuçadas neste case por serem confidenciais e estratégicos.

A Inteligência Sigalei, materializada no Gerenciamento Operacional por meio dos Alertas Inteligentes, facilitou o processo de monitoramento, transformando dados em informações para que o Sindipeças e a Abipeças pudessem construir estratégias mais assertivas de atuação.

A sua empresa ou associação não gostaria de contar com essa Inteligência também?

 

Gerenciamento Operacional

Entenda como o Gerenciamento Operacional pode fazer diferença para sua organização, assim como facilitou o trabalho dos profissionais do Sindipeças e da Abipeças.

Nossos especialistas estão à disposição para organizar o monitoramento e gerir o grande volume de dados com o objetivo de otimizar a identificação do que é importante e prover informações que auxiliam na construção de  estratégias mais eficientes de atuação. Para isso, é só entrar em contato conosco e perguntar a respeito do Gerenciamento Operacional.

Clique aqui e saiba mais.

Aguardamos o seu contato!


Tags
Inteligência Sigalei
Monitoramento Legislativo

Artigos Relacionados

Fundada em 2016, acreditamos na democracia. Acreditamos que todos os grupos da sociedade podem e devem participar das decisões políticas. Nossa missão é entregar tecnologia para que os mais diversos grupos sociais e econômicos possam monitorar e influenciar as decisões Governamentais.

Insights e conteúdos exclusivos.
Inscreva-se:

Obrigado! Seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Algo deu errado, tente novamente.

Contato

contato@sigalei.com.br
+55 (16) 3032-3979
R. Conde do Pinhal, 1762
Centro
São Carlos-SP
13560-648

QUEM SOMOSPRODUTOSSOLUÇÕESSUPORTECONTATOLOGINPOLÍTICAS DE PRIVACIDADE