Artigos
Dados, Informação e Tecnologia em Relações Governamentais
Autor:
Nayara Cortez
Publicado:
11/3/2021 16:40
T

ransformação digital, tecnologia, dados e evidências são uma realidade, também, para as relações institucionais e governamentais: o lobista do século XXI acompanha uma diversidade de fontes para obter dados, gerar conhecimentos e informações que lhe permitem construir estratégias de representação de interesses diante do poder público. 


A transformação digital no ambiente empresarial amplia o uso da tecnologia digital para solucionar problemas comuns: produtividade, agilidade e eficiência. Com a massificação do uso de dados, negócios tradicionais introduzem cada vez mais big data, machine learning, artificial intelligence, analytics ao repertório corporativo. Dessa forma, a inovação avança a largos passos e novas soluções tecnológicas são desenvolvidas para facilitar o dia-a-dia do cidadão moderno consolidando startups em mercados de delivery, entretenimento e mobilidade urbana.

Para quem atua com política não é diferente: os poderes executivo, legislativo e judiciário produzem e tornam públicos uma diversidade de dados e, frequentemente, políticas públicas são propostas e melhoradas com base em evidências. 

Em um cenário de recursos públicos limitados e muito disputados, dados e informações passam a ser centrais  no processo de formulação e avaliação de políticas públicas apoiando as análises que garantem a ampliação, continuidade ou finalização de programas do governo.  

Exemplos do avanço do uso de dados e evidências pelo governo para pautar e desenvolver políticas públicas são os diversos documentos publicados e regulamentação pelo Executivo Federal estabelecendo critérios e metodologias para Análise de Impacto Regulatório (AIR)* e de Resultado Regulatório (ARR)** e os Guias Práticos para Avaliação de Políticas Públicas Ex Ante e Ex Post***. 

Saber o que acontece no cenário político para identificar ameaças e oportunidades ficou mais complexo, devido à quantidade de dados disponíveis e diferentes fontes para acessá-los. Ao mesmo tempo, as estratégias de lobby ficaram mais técnicas e completas utilizando dados para evidenciar fatos que apoiam argumentos quanto à necessidade ou não de regulamentações do mercado e atividades pelo governo. 

Para os profissionais de relações governamentais, o jogo político ganhou reforço com mais um jogador: o robô. Novas soluções e ferramentas que automatizam a rotina de monitoramento de ações do governo são desenvolvidas e melhoradas, fazendo crescer a utilização de ferramentas digitais para acompanhar a produção legislativa, os múltiplos stakeholders, discursos, notícias e debates que acontecem no ambiente político e impactam organizações e sociedade.

Contudo, ter acesso e monitorar dados não é suficiente: dados não fornecem informações diretamente. É preciso organizar, interpretar, e relacionar com outros dados ou informações para gerar insights e conhecimentos que podem ser utilizados no desenvolvimento de uma estratégia. 

Utilizar dados que geram informações e conhecimento, permite elaborar e colocar em prática planos de ação personalizados para cada tema que impacta uma organização. 

Isso não significa dizer que o profissional lobista será necessariamente um analista de dados, os robôs já avançaram neste aspecto. Ter dados e informações dispostos em uma plataforma que busca os dados nas fontes, os organiza, mantém atualizados e gera automaticamente correlações e insights, facilita e torna mais rápida a elaboração de estratégias e tomada de decisão. 

Esse é o processo da inteligência política através da automatização de monitoramento. Assim, a análise crítica do profissional de relações governamentais também passa a ser utilizada com maior eficiência com a atenção focada em avaliar impactos, descobrir novas possibilidades e apostar em relacionamentos frutíferos para alcançar os objetivos.

* Estabelecido por meio do Decreto nº 10.411/2020

** Estabelecido por meio do Decreto nº 10.411/2020

*** Guias disponíveis nos links abaixo:

Avaliação de Políticas Públicas - Guia prático de análise ex-ante Avaliação de Políticas Públicas - Guia prático de análise ex-post

______________________________________________________________________________________________________________


Blog Sigalei | Relembre

Veja outros artigos sobre assuntos similares em nosso blog. O novo lobista da equipe: o robô. Dados e Tecnologia gerando Informações para Relações Governamentais

Inteligência Política e API Sigalei

Você sabia que a Sigalei tem uma solução que permite personalizar visualizações e análises com os dados minerados por nós? Associações, empresas, organizações do terceiro setor e consultorias podem utilizar os dados curados pela Sigalei e criar visualizações personalizadas para seu público e clientes. Fale com nossos especialistas para saber mais. 

Tags
Inteligência Política
Inteligência Sigalei
Relações Institucionais e Governamentais

Artigos Relacionados

Fundada em 2016, acreditamos na democracia. Acreditamos que todos os grupos da sociedade podem e devem participar das decisões políticas. Nossa missão é entregar tecnologia para que os mais diversos grupos sociais e econômicos possam monitorar e influenciar as decisões Governamentais.

Insights e conteúdos exclusivos.
Inscreva-se:

Obrigado! Seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Algo deu errado, tente novamente.

Contato

contato@sigalei.com.br
+55 (16) 3032-3979
R. Conde do Pinhal, 1762
Centro
São Carlos-SP
13560-648

QUEM SOMOSPRODUTOSSOLUÇÕESSUPORTECONTATOPOLÍTICAS DE PRIVACIDADE